terça-feira, 18 de novembro de 2014

Loureiro da Silva

Chegar numa escola e conhecer tanta gente que parece o mesmo que chegar numa festa de família. Foi assim que me senti na escola Loureiro da Silva. A escola toda enfeitada com livros, ideias e um jardim especial. Pude colher minhas flores preferidas enquanto caminhava entre os verdes que as minhas queridas amigas prepararam.
Em cada flor uma surpresa: meus filhos, meu marido, meu genro, meus colegas de trabalho. Muita gente linda estampando o miolo das flores que enfeitam a minha vida.
Muito linda a homenagem. Muito lindo tudo.
Sem falar nos leitores e seus trabalho magníficos.

Olha eu aí com a minha árvore de tesouros.
Será que a Amélia é filha do Vadico?
 Os adolescentes e suas hipóteses de leitura. Sair por aí, encontrar amigos, encontrar leitores e ver Noel Rosa inspirando novas cabeças é realmente um luxo.
Viva a arte, a educação e a riqueza do ser humano.
Viva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário