quarta-feira, 16 de julho de 2014

Histórias soltas em Caxias

Era uma vez um parágrafo que iniciava um livro de história. Ele vivia ali tranquilo até que um sonho tomou conta da sua cabeça de parágrafo conformado: ele queria fazer parte de um livro de receitas. Não queria mais aquela vida de contar somente. Queria se deliciar de verdade e não apenas com palavras.
O problema era que o seu pensamento não era suficiente para resolver o problema. Ele espiava os livros da biblioteca e não encontrava nenhum que pudesse ajudá-lo. Ele descobriu que necessitava desenvolver seus poderes mágicos para atingir seus objetivos. Descobriu que precisava voar.
Um dia avistou um pássaro e pediu uma carona. O pássaro prontamente decidiu ajudá-lo e os dois saíram voando atrás do livro de culinária. Conheceram outras livrarias, outras bibliotecas, outras casas onde haviam livros até que o tal livro foi encontrado.
Os dois resolveram chegar pertinho e bem na hora que o parágrafo resolveria o seu problema uma ventania muito forte carregou os dois. O vento era tanto que até os livros saíram voando.
Antes que pudessem saber o eu estava acontecendo uma moto serra apareceu no céu cortando o livro do parágrafo ao meio. As folhas se soltavam e ele, agora folha solta e voadora, achou seu livro de culinária e se encaixou perfeitamente nele.
Dizem que as receitas às vezes não dão certo, mas o nosso parágrafo nem se importa.

Essa história foi construída coletivamente pelos alunos do Colégio São João Batista em Caxias.
Dia de festa e criação. Valeu pessoal.
Nossa fotos, por enquanto, estão no facebook, quem puder passa lá.

Eu voltei sem craca nenhuma de lá!

Nenhum comentário:

Postar um comentário