segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Paradinha

Agora sim, o ano está terminando e, fazendo um balanço, percebo que essa vida de percorrer cidades e visitar escolas é uma vida muito boa. Conversar com leitores, formadores de leitores, educadores é muito gratificante e enche a gente de esperança para seguir em frente.
Foi um ano divertido e cheio de riquezas de se admirar. Meu escritório ganhou muitos novos trabalhos. Celina foi recordista de maquetes. O Muro ganhou muitas edificações em caixas de leite, de remédio, de isopor. Menina Luz segue fazendo sua coleção de caixas, cada vez mais lindas. Bartolomeu e suas galinhas enfeitadas. João-de-barro explorando os mais diferentes materiais e muitos segredos. A Albertina ganhou versões em papel, barro, sucata. E até um modelo eletrônico maravilhoso. E até os cenário do livro Aqui dentro há um longe imenso a gurizada me aprontou.
E foi bom encerrar esse ano em Picada Café. Um lugar que me propos tantas atividades bacanas, me proporcionou tantas alegrias.
Agora começa a hibernação. Momento de abrir o caderninho e recolher as ideias que fui registrando durante os meses. Hora de escrever novas histórias. Hora de deixar novos livros nascerem.
E assim começar esse novo ciclo que sempre começa sem que nada tenha acabado por completo.

Um comentário:

  1. Chris, querida, te mandei um email que voltou... queria saber das nossas conversas ilustradas e dos planos pra 2012. Prometo ser uma participante super aplicada, pra compensar minhas duas faltas desse final de ano. ;)
    Beijo, Martina

    ResponderExcluir