terça-feira, 16 de agosto de 2011

Coronel Pilar

Numa tarde de sol claro e vista alongada estive em Coronel Pilar. Cidade linda, estrada perfeita para chegar nela e um pavilhão cheio de trbalhos lindos e leitures interessados. Aí em cima está um exemplo de encontro literário. A vaca Albertina conhece, enfim, o sítio do Bartolomeu e juntos escutam o canto do João-de-barro.

Teve teatro, música, recital. Perguntas inteligentes, criança, adelescente e pais.
Teve mágica e muita piada.
Teve cuca no final da tarde e conversa amistosa.
Adoro trabalhar e me divertir com o que faço. Adoro viver assim: cheia de alegrias de se espantar.
Foi um dia daqueles, de ficar na memória.
Obrigada Coronel Pilar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário