segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Um poema, só pra se divertir

Adoro poesia, mas nunca tive coragem de mostrar. Agora me animei quando saiu da minha cabeça o BESOURO FURTA-COR. De tão inventado ganhou até nome científico, olhem só.

Besouro Furta-cor  
Descontentum Animalis

O besouro por onde passa
quer ter a cor do que vê
É ciumento  e invejoso
Passa pela flor e rouba sua cor
Passa pela grama e rouba a sua cor
Passa pela pedra e rouba a sua cor
O bicho ficou estranho
com tanta cor pendurada
O jardim ficou bonito
pronto pra ser pintado
Estão todos bem
só não está bem o besouro
que quer ser branco também.



Esse é o poema cheio de vergonha. Tomara que alguém goste.

Um comentário:

  1. Esse poema está no novo livro q vc fez com a Marô? Muito bacana, deve ser muito divertido desenhá-lo! abraços, com saudade, gi

    ResponderExcluir