domingo, 22 de agosto de 2010

Lampadinha

Só podia ter esse nome a escola que conheci. Ela ilumina mesmo. É só entrar que percebemos as cabeças esclarecidas e iluminadas das pessoas que trabalham e frequentam a escola. Numa sala preparada os trabalhos expostos mostravam a delicadeza e a energia de cada aluno, de cada família e de cada profissional envolvido. Coberta de panos coloridos a sala inspirava idéias.
Quando o grupo chegou mostrando tudo o que sabia foi maravilhoso interagir e ver cada um dos alunos participando das brincadeiras, das músicas e das aventuras que propomos sem sair do lugar.
Os painéis pelas paredes são um pedacinho do que cada um tem para dar, pedacinho que cada um teve orgulho de mostrar e eu, orgulho de ter sido convidada e ter a confiança desse lugar.
Vida longa a Lampadinha, que essa chama nunca apague e que mantenha acesa nos corações de todos nós. 

Um comentário:

  1. Christina !

    Teu jeito de escrever nos trouxe a luminosidade suficiente para ousarmos reler as obras de tão profundo artista e tão menino homem !

    Profª Tânia e alunos: Camila, Douglas Garcia, Joel, Mateus, Rafael Guterres(2º EJA- Escola Lampadinha )

    ResponderExcluir