quinta-feira, 27 de agosto de 2009

História que dá em quadro

Olha aí pessoal, as histórias ficaram lindas.
Adorei nosso encontro, adorei as coisas que vocês falaram sobre o livro O Quadro da Andréa e adorei vocês.
Só não consegui postar as lindas fotos.Vou pedir ajuda. Até amanhã todas estarão aqui. Por enquanto se divirtam com as histórias.

Turma 131-Prof. Renata Beguet

No início o quadro da turma era igualzinho ao do livro. Com árvore, casa, meninas e detalhes. Até que começou a chover tubarão e aranha. Um leão apareceu e sentou no telhado da casa.
No meio daquela confusão de dar medo, passou um trem, no início era só o seu barulho, mas quando foi se aproximando todos viram que estava na direção da casa. E foi isso que aconteceu. Ele derrubou a casa inteirinha e arrastou o leão.
A natureza apavorada resolveu mandar uma ventania que levou tudo pelos ares.
Só ficou o sol, a nuvem e a grama.
Uma mágica do céu trouxe de volta a casa, o leão, a aranha, os detalhes, as meninas ,o tubarão, o menino leitor e a árvore. Só que essa, agora, era voadora.
A aranha fez uma teia na casa. O leão atacou a menina. O tubarão engolhiu a ovelha.
Quando tudo parecia perdido, apareceu um pato mágico que resolveu tudo. Ele até descobriu que a árvore voava porque era carregada por uma borboleta.
Vejam só!

Turma -132-Prof. Sinara Goulart

Quando o quadro ficou pronto a cena parecia calma, até que uma aranha surgiu para atacar a menina que caminhava sozinha embaixo da árvore. O leão não gostou e surgiu para salvar a menina da aranha. A aranha, com medo do leão, saiu em disparada, se escondendo na árvore.
Quando tudo parecia bem o trem perdeu a direção dos trilhos e veio na direção da menina. O leão a salvou. Nessa hora apareceu um rei leitor. Ele estava lendo um livro sobre dragões que atacavam e salvavam as pessoas. A leitura era tão interessante que ele nem se deu conta que as pessoas estavam correndo perigo. A menina, que também gostava de histórias, se aproximou do rei para ler junto.
Ele gostou tanto daquela partezinha da história que resolveu agradecer o rei. Queria dar um abraço nele. Quando seus braços já estavam abertos, prontos para o abraço, um apito estremeceu a sala.
Era o guarda que tinha uma lei do reino:Não é permitido abraçar o rei.
Nem o rei conhecia essa lei.
O guarda estava tão furioso que não parava de gritar com a menina.
Um pássaro, ouvindo a gritaria do guarda, começou a gritar mais alto. Seus gritos acordaram toda a passarada do lugar. Um bando de pássaros surgiu e espantou o guarda.
A menina ficou feliz e o rei também. Ele gostava de abraço e nem sabia.
Os pássaros comemoraram o momento com uma cantoria.

Turma 133-Prof. Lisandra Izopo

O quadro estava lindo com uma casa, uma árvore, três meninas, um sol com nuvem e infinitos detalhes. Como no livro que lemos. Até que surgiu uma aranha imensa e maldosa no meio da cena. A aranha queria atacar alguém. E foi chegando perto do leão que deu um urro daqueles. A aranha, assustada, correu até a árvore e se misturou nas folhas. Ela estava segura, parecia. O que ela não sabia é que, naquela árvore, morava uma planta carnívora que adorava aranhas.
Enquando isso um menino observava tudo sentado na nuvem. Parecia confortável de pernas cruzadas e um livro na mão.
Nessa hora passou um tornado fortíssimo que carregou tudo, menos o menino que seguiu na sua nuvem. Ele olhou para baixo e não gostou do que viu, então decidiu começar outra história.
A história nova era assim:
Era uma vez um trem que chegou numa cidade que tinha sido destruída pelo vento. Esse trem trazia passageiros especiais. Nele vinham três meninas, uma ovelha, um leão, um tubarão, uma aranha, um caminhão, um vaso de flores com a planta carnívora plantadinha, e um pato. O patinho ficava num canto, sem falar com ninguém, era o patinho feio.
O menino do livro conhecia muitas histórias e lembrou da história do patinho feio.
Ele, então contou para o patinho que começou a ficar feliz.
-Como encontrarei os meus irmãos?
O menino do livro teve uma idéia. Chamou todos os pássaros que conheciam histórias e lugares onde os pássaros moravam. Eles trouxeram os cisnes para buscar o ex-patinho.
E tudo se resolveu.


Será que me lembrei direitinho? Quem tiver uma idéia, pode mandar!!!!!

7 comentários:

  1. OI,CHRISTINA!EU GOSTEI DE PARTICIPAR DESTA HISTORIA E EU GOSTEI DE SUA COMPANHIA.É LEGAL SER ESCRITOR.ACHEI A NOSSA HISTÓRIA MUITO SHOW!

    EDUARDO DI SANTO D'ANDREA TURMA 132.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da história!

    Aqui é o Caio Viero Baddo da turma: 132

    ResponderExcluir
  3. Oi Christina, sou a Professora Lisandra da Turma 133. Adorei participar dessa atividade. Acredito que com essa experiência a criançada vai se sentir bem mais estimulada a iniciar o seu processo de escrita do seu primeiro livro não é mesmo? Estamos ansiosos pela sua volta para mais uma nova aventura. Até lá. Um beijo de toda nossa Turminha.

    ResponderExcluir
  4. Oi Chistina sou o Victor da turma 132, aluno da Sinara. Gostaria de te dizer que a hitoria estava otima. Acho que vamos aproveitar muinto as oficinas contigo. Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi! Estou encantada com teu trabalho e o empenho das crianças nesta etapa tão especial de nossas vidas. A escrita e a arte juntas já estão formando novos e exceletes artistas, aqui na escola!Obrigada por teu lindo trabalho!Bjs da profe Sinara.

    ResponderExcluir
  6. Oi, aqui é o Guilherme Motter.
    Gostei muito da história, só que eu achei um erro no final, a menina, o rei e os pássaros não cantaram e sim festejaram.

    ResponderExcluir
  7. Oi Christina. Minhas crias estão em Viamão, vais ter q trabalhar com a educação infantil lá tb! bjos e sucesso!

    ResponderExcluir