segunda-feira, 1 de junho de 2009

Doce Caramelo






Olha o que o pessoal do Doce Caramelo aprontou depois da leitura do livro O QUADRO DA ANDRÉA. Criaram um quadro e uma história. Depois pousaram para a foto.
Confira.
Os pequenos fizeram um desenho lindo, lindo. Depois de conhecerem a história do livro, brincaram de Andréa sacudindo o corpo quando ela dormia e depois voltando a ser quando quadro quando ela acordava. Foi divertido e muito especial o nosso momento

O FOGUETE
Era uma vez um foguete. Ele decolou para o céu. Ele queria conhecer o planeta marte. Também queria saber o gosto que a lua tinha. No caminho para marte ele tentou comer a lua e não pode senão fica noite pra sempre.
Lá na lua tinha outro foguete. Os dois juntos resolveram passear. No passeio eles encontraram um balão. DE dentro do balão saíram pessoas e disseram:
-Olá!
Elas eram do planeta Terra. As pessoas avisaram que precisavam arrumar a lua e disseram:
-Peguem um martelo e martelem.
No final a lua ficou arrumadinha. Eles foram para outro planeta que era Saturno. Um palenta muito perigoso porque tinha incêndio, dinossauro bem daquele tamanhão.
Quando chegaram no planeta perigo entraram numa caverna perigosa, cheia de armadilhas, lama e aranhas.
Nessa hora apareceu uma menina chamada Guarda. Ela ajudou o pessoal a sair com uma corda e um gancho que prendeu no foguete. A corda pegou fogo, mas apagou logo porque tinha uma torneira muito forte. Então, apareceu um ET e ajudou eles. Puxou a corda queimada e levou todo mundo para casa.
Maternal I

O DINOSSAURO
Um dinossauro destruído viu a lua, as estrelas e a nuvem. O dinossauro foi atingido por um fogo que veio por trás e queimeou ele. Bem nessa hoar ele viu uma estrela cadente. Ele fez um pedido. Ele estava muito chateado e pediu que a estrela destruisse as pessoas para se vingar. Uma pessoa estava passando nesse momento e o dinossauro comeu ela e depois vomitou na rua. O dinossauro devolveu a pessoa quase inteira. Só um braço ficou dentro da barriga do dinissauro. A pessoa teve a idéia de de mergulhar dentro do dinossauro. Lá dentro encontrou o braço e um tubarão.
O tubarão falou com a pessoa e disse para ela pegar o mertelo da Andréa, o mesmo que ela usou para pendurar o quadro, e cortar o dinossauro.
A pessoa fez isso e bem na hora que ela ía acertar o dinossauro apareceu uma menina que riu da palhaçada do dinossauro.
E todos saíram da boca do dinossauro nadando. E ficaram felizes. Para sempre.
Jardim

O NOSSO QUADRO
Era uma vez o Quadro da Andréa. Ela saiu do quadro e foi passear no parque de tênis. Ela pintou o tênis e voltou para a casa. No caminho encontrou uma bola de neve. Ela jogou a bola de neve para ciam e a bola caiu no mar. Foi para o fundo. Lá moravam tubarões e peixinhos que resgataram a bola de neve. Na praia um menino brincava com uma pipa que também caiu no mar e encontrou a bola de neve. Uma baleia, que é maior que o tubarão, apareceu nessa hora. O tubarão convidou a baleia para jantar na casa dele. Depois da janta eles brincaram de pega-pega e esconde-esconde.
A Andréa, quando entrou no mar para buscar as suas coisas, comeu o resto da comida do tubarão.
Maternal II

2 comentários:

  1. Adorei ver você blogando. Agora ai ser amis fácil saber o que seus litores estão fazendo por ai. Saber de você e suas criações. Parabéns e sucesso. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Adorei ver você blogando. Agora vai ser mais fácil saber o que seus leitores estão fazendo com seus livros por ai. Saber de você e suas criações. Parabéns e sucesso. Bjs

    ResponderExcluir